domingo, 15 de janeiro de 2017

Capítulo 14

Era uma romântica incurável. Como podia estar pensando em aceitar? Casamento era para a vida toda, e eles se conheciam havia menos de uma semana.
Parecia algo do destino. Quem era ela para contrariá-lo?
Talvez tivesse sido escolhida para levar calor, alegria e afeição à vida daquele homem que sempre vivera sem amor, apenas para o trabalho e deveres. Ou a solidão que via naqueles olhos azuis eram um mero reflexo de sua própria solidão?
De repente o viu, parado ao lado do avião. Seria tão fácil decidir se ele voltasse para o carro, segurasse sua mão e a beijasse. O que ela mais queria era pertencer a Zachary de corpo e alma.
Sabia que ele a desejava. Seria o bastante? Sua mãe havia se arrependido por ter se casado com seu pai. Lera isso em seu diário.
"Não deveria ter me casado com ele pensando que conseguiria mudá-lo."
Mas Zachary não era cruel. Não havia nada em seu comportamento que o desabonasse como marido. Tinha certeza de que ele jamais a machucaria. O pior que poderia acontecer seria Zachary continuar para sempre trancado em si mesmo. Ela teria forças para conviver com essa situação?
Não sabia, mas queria tentar. Havia muito amor em seu coração. Ela preencheria o vazio da vida de Zachary com carinho e com alegria. Teria paciência. Mostraria a Zachary que estava a seu lado para as boas e para as más horas e que não lhe cobraria mais do que tinha a capacidade de dar.
Estava decidida. Abriu a porta do carro e foi ao encontro dele.
— Eu o amo, Zachary. Aceito ser sua esposa.
Aí declaração atingiu-o como um raio. Como Vanessa podia amá-lo se mal se conheciam? Ela deveria tê-lo imaginado como um príncipe encantado em suas fantasias românticas.
Era um homem prático. Sabia que não tinha condições de retribuir os sentimentos de Vanessa, mas era consciencioso. Não seria capaz de magoá-la. Talvez fosse melhor voltar atrás em sua proposta.
Que caminho deveria tomar?
A decisão saiu de suas mãos quando Vanessa sorriu para ele com um olhar doce que oferecia paz e conforto.
Beijou-a. Sabia que a faria feliz se lhe dissesse que também a amava, mas estaria mentindo. Ele não acreditava em amor. Era um sentimento frágil e perigoso demais.
Após o beijo, Vanessa deitou a cabeça em seu peito. Uma forte emoção o invadiu ao sentir o perfume de seus cabelos. Era estranho. Vanessa o excitava e lhe transmitia paz ao mesmo tempo. Agora ele poderia lhe fazer amor. Todas as noites.
— Precisamos partir.
Vanessa entrou no avião e tomou seu assento antes do que ele. Zachary foi até a cabine do piloto, deu-lhe algumas instruções e sentou-se com sua pasta de documentos.
— Tenho algumas perguntas — Vanessa afirmou.
— Vá em frente.
— Faço parte de seus planos de rebelião?
— O que está querendo dizer?
— Que sua mãe não aprovará sua escolha. Você quer desafiá-la?
— Não. Não se trata disso. - Fez-se um minuto de silêncio.
— Não quero desistir de minha loja — Vanessa declarou.
— Não lhe pedirei isso, mas espero que aceite meus conselhos e que contrate alguém para ajudá-la.
— Já estava decidida a contratar uma pessoa antes de nossa conversa. Marquei três entrevistas para amanhã. São mulheres que me pediram emprego logo depois que mamãe morreu.
O avião ganhou velocidade e decolou. Vanessa parou de falar.
— Eu poderia me acostumar com todo esse luxo — murmurou, enquanto espiava do alto. — A propósito, você ainda não me disse onde será nossa casa.
— Não na Califórnia. Pedi demissão de meu cargo hoje. - Apenas o padrasto tinha conhecimento de sua decisão, mas ele pretendia comunicar o fato a toda a diretoria na semana seguinte.
— Ainda bem. Aquele emprego estava matando-o.
— Levará alguns meses até eu delegar todas as responsabilidades, sem contar o tempo que meus pais gastarão tentando fazer com que eu mude de ideia. Mas estou decidido. Quero fixar residência em Minneapolis e trabalhar naquele novo negócio de que lhe falei.
— De que tipo de negócio se trata? — Vanessa quis saber. Zachary hesitou.
— Chama-se Knight Star Systems. É uma empresa que projeta e fabrica sistemas de segurança.
Como não notasse nenhum sinal de que Vanessa reconhecia o nome, Zachary abriu a pasta e lhe entregou um papel.
— Já dei início aos preparativos para nosso casamento. - Os olhos castanhos demonstraram surpresa.
— Quando?
— Enquanto você conhecia a Efron's Enterprises, hoje pela manhã.
— Estava tão certo assim de minha resposta?
— Se era para acontecer hoje em Las Vegas, eu tinha de me preparar.
Dulce leu as anotações e desejou que Zachary a tivesse abraçado em vez de lhe dar instruções. Aquilo estava parecendo um contrato comercial.
— Se quiser, pode ligar para a capela e encomendar as flores de sua preferência além de explicar como quer que seja seu vestido.
Vanessa balançou a cabeça e riu.
— Por que está rindo?
— Não é engraçado que a organizadora de festas não tenha condições de planejar seu próprio casamento?
— Eu não escolhi nada — Zachary se defendeu. — Apenas anotei alguns nomes para facilitar. Será tudo conforme seu gosto.
— Las Vegas — Vanessa murmurou. — Espero que nosso casamento não aconteça sob luzes de neon.
— Será em uma capela muito procurada por casais que preferem sigilo. Quando quisermos anunciar nosso casamento, poderemos fazer isso pessoalmente. Não seremos surpreendidos com fotos e comentários nas colunas sociais.
— Seu pai deve estar me detestando. Certamente me culpa por seu afastamento da empresa. E sua mãe ficará decepcionada e furiosa com sua escolha. Tenho certeza de que ela sonhava com um casamento importante e com uma grande festa como a que estou planejando para Ashley Tisdale e Christopher French.
— Ela gostou de você.
— Como sabe? A expressão dela nunca muda.
— Eu a conheço melhor do que você.
Zachary desligou o telefone e olhou para Vanessa. Ela estava distraída com uma folha de papel e uma caneta na mão. Estava anotando algumas ideias para a cerimônia.
Ele queria que a ocasião fosse inesquecível, fosse algo de que Vanessa jamais se arrependeria. Ela poderia se decepcionar com o casamento, mas não com a celebração. A música deveria ser romântica, a capela elegante, o vestido deslumbrante. E flores. Ele queria muitas flores.
— Pode me arrumar outra folha de papel? — Vanessa pediu e continuou atenta ao que escrevia.
Faltavam poucos minutos para o avião pousar. Em algumas horas, seriam marido e mulher, Zachary pensou. Era estranho. Como podia estar tranquilo à ideia que sempre rejeitara?
— Você precisa assinar isto — Vanessa disse e estendeu a folha de papel.
"Acordo Pré-Nupcial", Zachary leu.
O primeiro item dizia: Zachary Efron não terá direitos sobre a Every Blooming Thing. 
O segundo: Vanessa Hudgens não terá direitos sobre a Efron’s Enterprises, sobre a Knight Star Sys­tems ou sobre qualquer outra empresa adquirida no presente ou no futuro por Zachary Efron. 
O terceiro: Zachary Efron não poderá obrigar Vanessa Hudgens a morar em uma mansão e ser atendida por empregados, mas Alfred será bem-vindo e considerado um membro da família, se quiser morar com o casal. 
O quarto: Zachary Efron não poderá tomar nenhuma decisão que venha afetar Vanessa Hudgens sem consultá-la. 
O quinto e último: Se nascerem crianças dessa união, elas receberão carinho e apoio, mas não receberão grandes montantes em dinheiro em nenhuma época de suas vidas.
Ao pé da página, Vanessa havia registrado a data e assinado seu nome. O espaço seguinte seria preenchido com a assinatura dele.
— Isto não servirá em um tribunal — Zachary avisou.
— Eu não pretendo ir a um tribunal. Isto é apenas entre mim e você.
Zachary abriu a pasta e tirou um outro papel. Um contrato que seu advogado redigira alguns anos antes, no caso de ele resolver dar o passo, o que nunca esperara fazer.
— Este tem base legal e é este que precisamos assinar.
— Está bem. — Vanessa aceitou o documento. — Assinarei o seu, se você assinar o meu.
— Deve ler antes.
— Por quê? Se não confiasse em você, não teria aceitado seu pedido de casamento.
Zachary sentiu um nó na garganta.
— Nunca deve assinar nada sem ler antes.
— Há algo nessas linhas que um advogado meu não aceitaria?
— Ele exigiria maiores garantias financeiras para você.
— Meus termos dizem o contrário. Não quero nada seu. Onde devo assinar?
— Não pode assinar ainda. Precisamos de testemunhas.
— O meu contrato não requer formalidades.
— Não imaginei que fosse tão obstinada — Zachary disse com humor enquanto assinava.
— Não gostaria de se casar com alguém que pudesse manipular, não é?
— Acho que não.
— Ótimo. — Vanessa esperou que Christopher terminasse, colocou o papel de lado e se acomodou no colo dele. — Basta de formalidades. Vamos nos casar em algumas horas. Preciso de um beijo.
Vanessa não esperou que Zachary tomasse a iniciativa. Aproximou os lábios dos dele, roçando-os apenas. Zachary disse algo que ela não entendeu. Em seguida prendeu-a de encontro ao peito e aprisionou sua boca.
— Obrigado por aceitar ser minha esposa — Zachary disse baixinho ao mesmo tempo que afastava os cabelos de Vanessa que haviam caído sobre seu rosto.
Ela o fez calar-se.
— Não agradeça. Eu o amo.
Foram interrompidos pelo aviso do piloto de que estavam iniciando a aterrissagem. Vanessa voltou para sua poltrona.
— Vanessa Anne Hudgens Efron. Soa bem, não?
— Seu gnomo aprovaria, por certo. - Ela sorriu.
O avião tocou o solo naquele instante. Zachary tornou a estranhar que não se sentisse em pânico.
***
Vanessa estava com os cabelos soltos. Seu vestido era muito elegante, de seda pérola com um bolero de chiffon de mangas curtas.
Ele notou que o buque de rosas brancas e pêssego tremia em suas mãos à medida que ela caminhava a seu encontro. Seus lábios também tremiam.
Zachary desceu do altar e lhe ofereceu o braço. Ela estava linda. Seu perfume era delicioso.
A cerimônia foi rápida. Vanessa fez as juras nupciais com emoção. O celebrante, contudo, precisou repetir a primeira frase para Zachary pois ele se distraiu pensando que naquela mesma noite teria Vanessa em seus braços.
Trocaram as alianças. Ele entregou a ela também um anel de esmeralda e diamante, como símbolo daquela união. Sentia-se invadido por uma imensa ternura. Estava pedindo demais de Vanessa. Um casamento sem convidados, sem promessas de amor da parte dele, uma mudança radical na vida dela. Não lhe permitira nem sequer um período de adaptação.
Tudo que conseguia pensar era que Vanessa precisava de sua proteção, embora não soubesse disso ainda. E quando chegasse o momento? O que lhe diria?
— Pode beijar a noiva.
Essas palavras bastavam. Por enquanto.
Era quase meia-noite quando chegaram à floricultura.
— Tinha certeza de que você pediria para vir para cá a fim de guardar seu buque na câmara de refrigeração.
— Também preciso pegar umas roupas limpas. — Principalmente um robe, Vanessa pensou.
Não sentia coragem para tirar o vestido. Levou o buque ao rosto e aspirou o perfume das rosas. Não queria se separar dele nem sequer por uma noite. Mas era preciso, caso quisesse guardá-lo de lembrança em bom estado.
Colocou o buque sobre a mesa-de-cabeceira. Depois foi até a cômoda e abriu uma gaveta.
Sentiu as mãos de Zachary em seus ombros. Teve um sobressalto. Ele massageou-lhe delicadamente os músculos e a fez apoiar as costas em seu peito.
— Nervosa?
— Um pouco. Mais excitada do que nervosa, eu acho.
— Não tenha medo, Vanessa Efron.
Ele enlaçou-a pela cintura. Era bom ouvir seu novo nome nos lábios do homem amado. Ele apoiou o queixo no alto de sua cabeça.
— Foi um dia e tanto. Se preferir passar a noite aqui, eu entenderei.
— Não! — Ela virou-se instantaneamente. — Quero estar com você.
Ele lhe deu um sorriso e o olhar mais carinhoso que vira em sua vida.
— Eu quis dizer que nós poderíamos passar a noite aqui, se for para você se sentir melhor.
— Não há uma cama de casal. - Ele beijou-lhe as têmporas.
— Não creio que o tamanho da cama tenha relevância esta noite.
Vanessa sentiu os joelhos tremerem.
— Eu... quero tomar um banho.
— Tudo bem.
— Não tenho nenhuma camisola bonita. Deveria ter comprado algo para usar esta noite. Não pensei nisso.
— Nem eu — Zachary admitiu com voz rouca. Beijou-a em seguida com sofreguidão. — Só conseguia imaginá-la nua. Prefiro que não use nada. Assim não terei de despi-la.
Vanessa sentiu que corava. Estava surpresa que Zachary a quisesse tanto. Em comparação com as mulheres sofisticadas que conhecera, ela não deveria ter muitos atrativos.
Ele tirou o bolero de chiffon e colocou-o sobre uma cadeira. Vanessa colocou-se de costas e pôs-se a tirar os brincos que ganhara logo após a cerimônia e que fazia conjunto com o anel e com o colar.
— Você poderia abrir o fecho do colar? — pediu.
A pele de Vanessa era macia como seda. Ele tirou cuidadosamente o colar e depois puxou o zíper também com extrema delicadeza e foi beijando-a ao longo da espinha.
— Zac?
— Hum?
— Lembra-se do primeiro e-mail que me enviou? Sobre querer ser meu primeiro?
Zachary assentiu com um gesto de cabeça.
— A situação deverá se repetir.
Vanessa sentiu-o estremecer a suas costas. Depois Zachary a enlaçou e a manteve junto a seu corpo por um longo tempo.
— É meu presente de núpcias para você — Vanessa murmurou.
O tom de voz mudou, e o abraço tornou-se ainda mais caloroso. Vanessa teve certeza, naquele momento, de que Zachary a amava, embora não estivesse consciente de seus sentimentos.
— Prometo não demorar. — Ela se soltou, determinada a se refugiar no banheiro até que reassumisse o controle sobre si mesma. Estava com medo, mas não se arrependia do imenso passo que dera. Não errara como sua mãe ao se precipitar a esse casamento. Zachary era um homem bom.


Boa noiteeee 😀
Enfim casadoooos 🎊🎉🙌
Vamos torcer agora pra Vanessa fazer o Zac mudar de ideia e lhe contar a verdade...
Comentem ai...
Amanha nao sei se conseguirei postar mais um capítulo então postando agora ta!? 
Beijoooos 😘😘

8 comentários:

  1. OMG esse capítulo foi maaara
    Eu tô mega apaixonada por essa fic
    Tô ansiosa pra ver como vai ser a primeira noite deles juntos *-*
    Tá tudo tão lindo, amr
    Posta mais,xx

    ResponderExcluir
  2. Gente do ceu !Vanessa é louca ,mas que bom que o Zac quer proteger ela ,achei fofo,acho que ela tem razão em pensar que ele ama ela só não percebeu .Posta logo ,to amando

    ResponderExcluir
  3. Quero compartilhar meu testemunho sobre como eu tenho um cartão de BLANK ATM que mudaram minha vida hoje. Eu estava vivendo na rua onde as coisas eram tão difíceis para mim, até mesmo para pagar minhas contas foi muito difícil para mim eu tenho que estacionar fora do apartamento que eu estava vivendo e começar a dormir na rua de Las Vegas. Eu tentei tudo que eu poderia fazer para garantir um emprego, mas todos foram em vão. Então eu decidi procurar no meu telefone para trabalhos on-line onde eu tenho um anúncio em Hackers anunciando um cartão de ATM em branco que pode ser usado para cortar qualquer máquina ATM em todo o mundo, eu nunca pensei que isso poderia ser real porque a maioria dos anúncios sobre o Internet são baseadas em fraude, então eu decidi dar uma chance e olhar para onde ele vai me levar se ele pode mudar minha vida para sempre. Eu entrei em contato com esses hackers e eles me disseram tudo o que era necessário para obter o cartão. E também eles têm tudo o que leva para entregar o cartão em 48hours para mim se estou interessado em obter um de lá cartão, eu concordei e decidi ir para um. Isso é real e não é uma farsa que me ajudem. Para cortar a história curta eu apliquei para o cartão em branco do ATM e entregou-me dentro de 2 dias e eu fiz como eu fui dito ae hoje minha vida tem a mudança de um walker da rua a viver em uma boa casa, não há nenhum ATM MÁQUINAS este BLANK ATM CARD não pode penetrar, porque ele foi programado com várias ferramentas e software antes que ele será enviado para você. Minha vida realmente mudou e eu quero compartilhar isso com o mundo, eu sei que isso é ilegal, mas também uma maneira inteligente de viver Grande porque o governo não pode nos ajudar, então temos que ajudar a nós mesmos. Se você também quer este CARTÃO de EMBARCAÇÕES do ATM eu quero que você contatar o Sr. Wandy através de seu email wandyhackersworld88@gmail.com

    ResponderExcluir
  4. Eu tenho o meu cartão de ATM já programado e em branco para
    Retirar o máximo de US $ 5.000 por dia para um máximo de 30
    Dias via (wesleymarkhackers@gmail.com).
    Estou tão feliz com isso porque eu tenho o meu na semana passada e eu tenho usado para obter US $ 150.000. Marca Wesley Hackers está dando
    O cartão apenas para ajudar os pobres e necessitados, embora seja ilegal, mas
    É algo legal e ele não é como outro golpe que finge
    Para ter os cartões de ATM em branco. E ninguém fica preso quando
    Usando o cartão. Obtenha seu de wesley marca Hackers hoje! Basta enviar um e-mail
    Para (wesleymarkhackers@gmail.com)

    ResponderExcluir
  5. Meu marido me abandonou e as crianças nos últimos 8 meses, e se recusam a voltar porque ele foi segurado por uma mulher que ele acabou de conhecer, por isso, eu e as crianças estão sofrendo e foi um salto De uma luta, mas eu decido fazer todos os meios para me certificar de que minha família se junte, pois eu fui lá. Eu vi tantas boas conversas sobre esse lançador de feitiços cujo e-mail é DRLELESPELLTEMPLE@OUTLOOK.COM, então eu tive Para contatá-lo e em apenas 4 dias como ele prometeu, meu marido chegou em casa e seu comportamento voltou para o homem com quem me casei. Eu não posso agradecer ao conjurador de feitiços o suficiente o que ele fez por mim, eu estou tão agradecido. Eu até falei com o conjurador de feitiços por telefone, para confirmar sua existência. Seu email novamente é: DRLELESPELLTEMPLE@OUTLOOK.COM ou whatsapp ele +2348151729226 website: http: //drlelespelltemple.bravesites.com

    ResponderExcluir
  6. Recebi meu cartão ATM já programado e apagado para
    Retire o máximo de US $ 50,000 MENSAL por um máximo de 12 MESES. Estou tão feliz com isso porque eu entendi meu na semana passada
    E eu usei isso para obter US $ 150.000 já. Georg Bednorz Hackers está dando
    O cartão apenas para ajudar os pobres e carentes, embora seja ilegal, mas isso
    É algo legal e ele não é como outro golpe fingindo
    Para ter os cartões em branco do ATM. E ninguém é pego quando
    Usando o cartão. Obter o seu de Georg Bednorz Hackers hoje! Basta enviar um email
    Para georgbednorzhackers@gmail.com

    ResponderExcluir
  7. Recebi meu cartão ATM já programado e apagado para
    retire o máximo de US $ 5.000 diariamente por um máximo de 30
    dias via (wesleymarkhackers@gmail.com).
    Estou tão feliz com isso porque recebi meu na semana passada e usei-o para obter $ 150,000. Wesley Mark Hackers está dando
    O cartão apenas para ajudar os pobres e carentes, embora seja ilegal, mas isso
    é algo agradável e ele também dá crédito à taxa de 2%. Obtenha o seu de Wesley Mark Hackers hoje! Basta enviar um e-mail
    para (wesleymarkhackers@gmail.com) ou watsapp no +16315383658.

    ResponderExcluir
  8. Oi, meu nome é Clinton Barkley e eu estou ouvindo sobre esse cartão de caixa vazio por um tempo e nunca mais ajudei nada por causa das minhas duvidas. Até um dia eu descobri um cara de hacking chamado MAX. Perguntei sobre The Blank ATM Card. Eles me disseram que é um cartão programado para dinheiro aleatório retirado sem ser notado e também pode ser usado para compras on-line gratuitas de qualquer tipo. Isso foi chocante e eu ainda tive minhas dúvidas. Então eu tentei e pedi o cartão e concordei com seus termos e condições ... Quatro dias depois eu recebi meu cartão e tentei com a caixa eletrônica mais próxima perto de mim, para minha maior surpresa. Funcionou como magia. Pude retirar até $ 3000. Eu simplesmente senti que isso pode ajudar aqueles de nós que precisam de estabilidade financeira. ATM vazio realmente mudou minha vida. Se você quiser entrar em contato com eles, aqui está o endereço de e-mail (atmcardservice43 @ gmail. Com) E acredito que eles também mudarão sua vida.

    ResponderExcluir