quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

Capítulo 7

Mas ele teve o cuidado de não tocá-la. Até que uma mecha de cabelos caiu sobre seu rosto e pousou tentadoramente sobre o seio.
Ela estava com os olhos fixos no monitor, procurando anúncios de floriculturas. Ele ergueu a mão e afastou aquela mecha com a ponta dos dedos.
Vanessa estremeceu. Virou-se para ele. Se o objetivo de Zachary era seduzi-la, seu propósito havia sido alcançado.
Ele retirou a mão, apressado. Ela ergueu uma sobrancelha. Tinha certeza de que Zachary estava interessado nela, mas como era diferente demais das mulheres que estava acostumado a ter, preferia se afastar.
Esperou que ele dissesse algo. Quando o silêncio se prolongou e percebeu os olhos dele em seus lábios, inclinou-se para facilitar a aproximação.
— Bem, acho que já chega por hoje — Zachary disse de repente, ao mesmo tempo que afastava a cadeira e se levantava. — Poderemos continuar amanhã à noite, se você quiser.
Vanessa apanhou os papéis, bateu-os contra a mesa e empilhou-os ao lado do computador.
— Claro que sim. O jantar será por minha conta.
— Eu não me importo de trazê-lo.
— Deve estar cansado de comer em restaurantes. Farei uma comida decente. Prometo.
— Ok. Boa noite, Vanessa.
Ela segurou-o pelo braço e quase sorriu ao notar o pânico nos olhos dele.
— Preciso que me ensine a desligar o computador.
Era estranho. Zachary não parecia tão experiente com as mulheres como os jornais faziam crer. Seria por isso que todas as entrevistas versavam apenas sobre negócios? Por que toda aquela segurança não se estendia a sua vida particular?
Não. Ele era um homem sofisticado e não tinha problemas com sua vida social. O problema deveria estar relacionado a ela. Talvez ninguém o tivesse tratado antes como um ser humano normal. Afinal, ele era considerado um deus da computação desde os vinte anos de idade.
— Se me soltar, não só farei isso como escreverei o roteiro para que possa desligá-lo sozinha das próximas vezes.
— Obrigada — Vanessa agradeceu depois de alguns minutos.
— Não foi o bicho de sete cabeças que você esperava, não é?
— Não, você é um professor paciente.
— Em breve, você saberá todo o procedimento necessário e verá como isso facilitará seu trabalho na loja. O importante é não ter medo da máquina.
E você não ter medo de mim, Vanessa pensou. Não conseguia esquecer sua vontade de beijá-lo, de sentir-se abraçada contra aquele peito musculoso. Mas não tomaria a iniciativa. De jeito nenhum. Por mais que as revistas femininas afirmassem que as mulheres modernas deveriam ser mais sedutoras e menos seduzidas, não tinha coragem de aplicar essa teoria.
Além disso, Zachary parecia ansioso por descer a escada.
Ela o acompanhou. A despedida resumiu-se em um breve e cordial boa-noite.
Após o dia atribulado e emocionalmente denso, Vanessa resolveu relaxar em sua banheira. Embora estivesse acostumada a se deitar antes das dez e se levantar antes das seis, havia duas noites que não dormia bem.
Era meia-noite, e ela continuava acordada. Decidiu não se irritar. Abandonou os lençóis e ligou o computador.
O símbolo do e-mail estava aceso. Ficou olhando para ele por quase um minuto até se lembrar do que fazer. Conseguiu. Em poucos instantes surgiu uma nova tela, informando- a de que havia uma mensagem a sua espera. Ela deu o comando e leu:
"De ZacEfron: Gostaria de ser seu primeiro."
Vanessa sentiu o rosto afoguear. Era óbvio que Zachary desejaria ser o primeiro a lhe enviar uma mensagem. Mas se a mensagem tinha um duplo sentido, isso significava que ele vira o conteúdo de sua caixa de aniversário, antes que a escondesse.
Enquanto tentava decidir o que fazer, notou o símbolo de e-mail piscar outra vez.
"De ZacEfron: Sei que recebeu minha mensagem. Pretende respondê-la?"
Como ele sabia? E como faria para responder? Zachary havia lhe ensinado a respeito, mas não deixara os passos por escrito, e ela não se lembrava mais.
Um momento depois, o símbolo tornou a acender.
"De ZacEfron: Pressione a tecla reply, digite sua mensagem e quando terminar, pressione a tecla send."

Vanessa sorriu e se apressou a seguir as instruções.
"De VanessaH: Obrigada por sua gentileza."
Ficou olhando para a tela. O símbolo acendeu quase instantaneamente.
"De ZacEfron: Foi bom para você?"
Ela estava exultante. Riu sozinha.
"De VanessaH: Ainda estou tremendo."
Teve de esperar um pouco mais por essa resposta.
"De ZacEfron: Espero que se lembre de mim com carinho. Boa noite."
"De VanessaH: Nunca se esquece o primeiro. Boa noite e obrigada."
Zachary desligou o computador e tentou não pensar nas palavras provocantes de Vanessa. Não entendia o que estava acontecendo com ele. Nenhuma mulher o fizera sentir-se como um adolescente antes. Nem sequer quando era adolescente!
Irritado consigo mesmo, deitou-se, apagou a luz, e cruzou as mãos sob a nuca.
Conhecedor do passado de Vanessa, imaginara-a uma jovem calada e amarga. Vanessa Hudgens podia ser tudo, menos amarga e calada. Aceitara-o em sua vida com a maior naturalidade. Fizera-o sentir-se em casa mais depressa do que qualquer outra pessoa. No entanto, não parecia querer dele nada mais do que um beijo. E ainda por cima, por causa do efeito do vinho.
Sua vulnerabilidade o fazia recordar a própria infância, antes que Greg Hudgens a destruísse. Isso vinha acontecendo com frequência. Precisava resolver aquele assunto com urgência.
Inquieto, acendeu a luz e se levantou. Foi até a cadeira onde deixara o jeans e vasculhou o bolso em busca da bala que havia recolhido do lixo quando jogara fora a garrafa de vinho vazia.
Voltou para a cama e ficou segurando a embalagem por um longo tempo. Agira por impulso, como Vanessa quando o beijara.
De acordo com suas experiências passadas, beijos levavam ao sexo. Devido ao tipo de relacionamento que ele pretendia ter com Vanessa, não poderiam dormir juntos. Portanto, não a beijaria.
Suspirou. Precisava parar de pensar em Vanessa antes que virasse uma obsessão.

Resultado de imagem para mulher rindo gif

Oiii girls...
Trago noticias boas sobre a outra fic... 😁
A outra fic se chama Orgulho e Lealdade e já postei a sinopse lá...
Corram lá comentem que sexta-feira (06.01) já sai o primeiro capítulo 😊
Espero que gostem...
Quanto a esse capítulo hein!?
Essas mensagem com segundas intenções da Nessa hein!?
Caramba porque o Zac fica logo com a Nessa e conta tudo!? 
Que demora.... Mas em breve tem coisa boa chegando, então
comentem bastante!
Beijooos 😘
E até qlqr hora...

3 comentários:

  1. Menina que capítulo foi esse???
    Huuuuun já tá até rolando clima
    Logo,logo estão os dois caindo de amores um pelo outro hahaha
    Quero logo um beijo,hein
    Posta mais amr
    Xoxo

    ResponderExcluir
  2. Que fanfic é essa? Estou amandooo! Ansiosa para o próximo capítulo!

    ResponderExcluir
  3. Aff esse povo lendo é um problema sério 😑
    Ansiosa para o próximo capítulo,posta logo.
    E Hey ,da uma passadinha na minha fic dps se tiver tempo : www.zanessabyisaneves.blogspot.com 😉

    ResponderExcluir